“A Diaba e sua filha” e sobre livros “para crianças”

Há em Moçambique um provérbio que diz: a vida de cada um é um rio. Assim pensado o tempo que nos cabe para viver é alimentado por uma fonte eterna: a infância. E assim dita, a infância não é um tempo passado, mas a capacidade infinita de nos renovarmos entre nascente e estuário.

Com uma orelha escrita por Mia Couto, quem pode resistir a um livro assim?
Mas, first things first : fui ao bota fora da Cosac Naify nesse domingo. Fiquei bem impressionada com a quantidade de pessoas abrindo embalagens e jogando os plásticos no chão. Não sei, achei algo de violento naquilo tudo.
Adotei uma tática de só folear o que já estava aberto.
Já tinha em mente aproveitar pra comprar ‘livros infantis’, pois faz tempo que não lia algum (e o curso de formação pra exposição em que estou trabalhando me lembrou o quanto gosto de lê-los).

image

Quando vi A diaba e sua filha, já peguei. Mia Couto comenta na quarta capa: “NDiaye escreve sobre os nossos medos e o modo como eles são coletivamente construídos. Escreve sobre a necessidade de classificarmos os outros e os arrumarmos em bons e maus, em anjos e monstros. Nestas páginas se inscreve, enfim, a facilidade em culparmos e diabolizarmos os que são diferentes e o modo como os sinais de aparência (…) se erguem como marca de fronteira entre os ‘nossos’ e os ‘do lado de lá’.”.

Li hoje, com certeza um dos livros que mais gostei nos últimos tempos. Não sei como comentar sobre ele, a não ser que, como escreve Mia Couto na orelha do livro ” (…) a ideia de que aquilo que chamamos literatura infantil é, muitas vezes, un estereótipo fundado numa falsa menoridade da criança e na verdadeira arrogância do adulto.”.

Achei esse livro muito rico para se trabalhar a questão da tolerância, das diferenças, da população em situação de rua, e de como nós olhamos para os outros e fazemos leituras do que está ao nosso redor. São elas reducionistas? Práticas? Justas?

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s